Volta Euclides, volta!!!

Aconteceu em agosto: casos e causos das Semanas Euclidianas

Gato Félix. Ilustração: Luiz Carlos Capellano

Como sempre… Aconteceu em agosto. Era minha primeira participação em Semana Euclidiana, estava simplesmente embevecida com tantas coisas novas e incríveis, mas como tudo tem um fim, aquela semana também chegava ao término.

Como sempre acontece, o ponto alto era o encerramento na herma, ainda não havia o mausoléu com os restos mortais de Euclides pai e Euclides filho, não havia o espelho d’água, e nem dengue, obrigando o poder público nos dias atuais, a deixar o espelho d’água sem água.

Com o tempo, fui entendendo melhor essa disputa pelo espaço do discurso na herma, aquilo realmente era um acontecimento na cidade. Lembrando que nesse dia é feriado em São José do Rio Pardo e três décadas atrás as opções de lazer eram muito restritas, não tínhamos ainda, computadores, tablets, celulares e os televisores ainda funcionavam a válvula, nas tarde de domingos e feriados o point da galera, que naquele tempo não tinha essa denominação, era o Trololó em frente à Nestlé e a festa de encerramento na herma e, foi nesse clima que tudo aconteceu.

Abre a solenidade o responsável pela Casa Euclidiana com a banda tocando o Hino Nacional, o Tiro de Guerra em forma, euclidianos e alunos em posição de respeito e a sociedade riopardense assistindo a tudo do alto da avenida.

O ponto máximo era o discurso do amigo de Euclides, o orador oficial do encerramento das festividades  da semana e tudo corria bem, até que de repente o amigo se empolgou, como era de seu costume e já foi citado, quanto mais visceral ele era, mais aplausos arrancava da plateia empolgada.

À medida que o discurso transcorria, o volume de sua voz aumentava, culminando em gritos de êxtase. Aquilo passou a ser o que poderia ser identificado como uma verdadeira sessão de exorcismo,  a plateia delirava e o orador se empolgava cada vez mais.

De repente, “passou um frêmito de nevrose” pela Herma, o amigo de Euclides voltando-se de frente para a cabana de zinco cujas portas estavam abertas, destampou a gritar a todos os pulmões:

– Volta Euclides, volta! Junte-se a seus amigos que tanto te amam. Aqui é o teu lugar…

E por aí afora seguiu a gritaria.

Quando todos imaginavam atônitos que a evocação havia terminado, um maratonista engraçadinho, filho da… cidade, da última fila, responde ao chamado quebrando o silêncio:

– Obrigado, Amigo X…

Bem, o resultado disso fica a critério de cada imaginação e a data desse episódio posso precisar: – Aconteceu em 15 de agosto de 1980.

Como citar
SILVA, Rachel Aparecida Bueno da. Volta Euclides, volta!!! In: Aconteceu em agosto: casos e causos das Semanas Euclidianas. pref. de Fausto Salvadori Filho. São Paulo: Casa do Novo Autor, 2012. pp. 67-8. E-book. Disponível em: https://euclidesite.com.br/aconteceu-em-agosto. Acesso em: [data]. Reprodução permitida somente para fins educacionais e desde que citada a fonte.